Construção de procedimento operacional padrão na identificação do recém-nascido com uso de pulseira

Roselaine dos Santos Félix, Claudia Zamberlan, Dirce Stein Backes, Nadiesca Taisa Filippin

Resumo


O objetivo deste artigo é descrever a construção de Procedimento Operacional Padrão (POP) do recém-nascido com o uso de pulseira de identificação. A identificação correta dos pacientes consta no Programa Nacional de Segurança do Paciente. Esta pesquisa utilizou a abordagem metodológica e foi desenvolvida nos meses de setembro a dezembro de 2015, em três etapas: revisão dos POP institucionais; revisão narrativa da literatura e construção do POP com análise do conteúdo por cinco colaboradores, com experiência nas áreas de atuação. O índice de concordância utilizado foi de 80%. Os resultados permitiram a construção do POP com oito itens, discussão sobre segurança do paciente; conformidade com o protocolo e parcerias para a sensibilização multiprofissional. Conclui-se que a construção, implantação e uso da pulseira de identificação é uma estratégia importante e de baixo custo, que visa garantir a qualidade da assistência materna e refletir os processos institucionais.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DO CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

.........................................................................................................................................................................................................................

INDEXADA EM:


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusiva dos autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.