Estrutura física de restaurantes universitários do Rio Grande do Sul

Renata Irineu Rolim, Cristiana Basso

Resumo


Os Restaurantes Universitários (RUs) têm por finalidade atender a demanda do corpo discente, docente e funcionários das Instituições de Ensino Superior. A sua estrutura física, quando bem elaborada, evita problemas funcionais e garante qualidade nos serviços prestados. O objetivo deste trabalho foi verificar as estruturas físicas de três RUs do Estado do Rio Grande do Sul, para avaliar seus setores, dimensionamento e fluxos de matérias-primas, funcionários, usuários e resíduos. Os mesmos disponibilizaram suas Plantas Baixas (PBs) para a realização deste trabalho. Todos os RUs apresentavam os principais setores que um Serviço de Alimentação (SA) deve ter. O dimensionamento desses setores, por vezes foi superou subestimado. Poucos setores apresentaram percentual de adequação de área condizente com sua atual demanda. Foi identificado o cruzamento de fluxos em um dos RUs. Através dos resultados, percebe-se que os RUs não variam muito em relação às principais áreas necessárias, oscilando, porém, em relação ao dimensionamento.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


OUTRAS PUBLICAÇÕES DO CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO

 

Artes, Letras e ComunicaçãoCiências da SaúdeCiências HumanasCiências Naturais e Tecnológicas

Ciências Sociais AplicadasThaumazeinVidya

.........................................................................................................................................................................................................................

INDEXADA EM:


 

Os artigos publicados não expressam necessariamente a opinião da revista e são de responsabilidade exclusiva dos autores.

Todos os custos são cobertos pelo Centro Universitário Franciscano.


Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License.